Pesquisa
Parâmetros Demográficos

No Hemisfério Sul existem sete populações de baleias jubarte, nomeadas de A a G. Os animais que frequentam nossas águas pertencem ao Estoque Reprodutivo A. Vale dizer que o Brasil é uma importante área de reprodução para a espécie e as pesquisas apontam para um crescimento médio anual de 7% da população brasileira de jubartes.

Como a gestação de uma jubarte dura entre 11 e 12 meses, com o nascimento de um único filhote a cada gestação, estudos estão sendo realizados para verificar qual o intervalo reprodutivo das fêmeas em Abrolhos (o intervalo entre os partos). Essa acompanhamento também é feito através da fotoidentificação. Existe registro de uma mesma fêmea com filhotes diferentes em quatro anos consecutivos, mas esta é uma exceção. Isso indica que uma baleia pode estar gestante e amamentando ao mesmo tempo. Esta pode não ser uma boa estratégia reprodutiva, pois a fêmea com filhote fica mais tempo em Abrolhos, esperando o filhote crescer e ter condições de acompanhá-la na migração até a área de alimentação. No caso desta fêmea, que teve quatro gestações consecutivas, ela teve menos tempo para se alimentar e poderá não ter formado uma camada de gordura suficiente para servir de reserva de energia quando estiver amamentando seu próximo filhote.

Durante muito tempo, considerou-se que as jubartes que se reproduzem no Brasil (estoque A) não se misturavam com as outras populações. Em 2010, entretanto, foi descoberto pela primeira vez que uma fêmea fotografada em Abrolhos em 1999 foi avistada no Estoque C em Madagascar, que tem ocorrência na costa da África, em 2001. Esta foi a maior migração já registrada por um mamífero não humano, sendo a distância mínima entre os dois locais de cerca de 10 mil quilômetros.

Outro caso de migração foi descoberto em 2011, quando uma jubarte do Estoque G fotografada no Equador em 1996 foi reavistada em Abrolhos dois anos depois. Esta migração pode, entre outras coisas, permitir o intercâmbio de material genético entre as diferentes populações, facilitar a dispersão de doenças e permitir a transmissão de comportamentos culturais.

Para saber mais:

Pacheco de Godoy 2007; Stevick et al. 2010

 

Topo Topo
Realização
Patrocinador Oficial

Caravelas - Rua Barão do Rio Branco, 125 – Centro - BA - CEP: 45900-000
Tel.: (+55 73) 3297-1340 | ibj.caravelas@baleiajubarte.org.br

Praia do Forte - Avenida do Farol, 2907 - Caixa postal 92 - Mata de São João - BA - CEP: 48280-971
Tel.: (+55 71) 3676-1463 | ibj.praiadoforte@baleiajubarte.org.br

Educação Ambiental Programas de Capacitação e Inclusão Social Patrulha Ecológica Patrulha Costeira Rádio Lado Verde Rádio Patrulha Programas de Informação e Sensibilização Ambiental Visitas ao Centro de Visitantes Informação ambiental itinerante Áudio e Vídeo na comunidade Eventos Programa de Educação Ambiental Educação Ambiental na Escola Turismo de Observação Histórico Período Locais Operadoras Parceiras Normas de Avistagem
Viewnet tecnologia e Informação