Comunicação
Notícias
Atuação Internacional do Projeto Baleia Jubarte é Destaque em 2016

 Assim como as baleias-jubarte não conhecem fronteiras, aqueles que as estudam e defendem também precisam viajar e integrar-se a outros países para que a conservação aconteça de maneira efetiva em todos os oceanos. Durante o ano que recém se encerrou, além de muitas atividades no Brasil, o Projeto Baleia Jubarte também atuou bastante no plano internacional para reforçar a conservação da nossa espécie-alvo e dos ambientes marinhos. É assim que o Projeto esteve presente na Eslovênia em outubro, integrando a delegação oficial do Brasil à 66ª. Reunião da Comissão Internacional da Baleia (CIB), apoiando os esforços para a criação de um Santuário de Baleias no Atlântico Sul e expondo aos delegados dos países-membros o trabalho do Projeto e suas instituições parceiras na América do Sul. Também em outubro fomos convidados a um workshop latino-americano sobre contaminação de mercúrio em cetáceos realizado em Bogotá, Colômbia, passando a integrar um grupo regional que está preparando um projeto de monitoramento da contaminação desses animais em toda a América Latina, como instituição coordenadora da parte brasileira do projeto. E em dezembro atuamos simultaneamente no México e no Chile. No México, participamos da 13ª. Conferência das Partes da Convenção da Diversidade Biológica, co-organizando com outras instituições ambientalistas – Rede Nacional Pró-Unidades de Conservação, Instituto Augusto Carneiro e Divers for Sharks – um evento paralelo intitulado Sharks, Parks and Whales – Tubarões, Baleias e Parques, sobre a importância dos usos não-extrativos da biodiversidade marinha, exibindo o vídeo curto A Primeira Vez sobre o turismo de observação de baleias na Bahia, e participamos de outro, organizado pelo Ministério do Meio Ambiente, sobre Corredores Ecológicos na América do Sul. No Chile, fomos convidados a dar uma palestra no II Seminário Internacional sobre Turismo Comunitário Sustentável, coordenado pela Associação de Turismo Chañaral de Aceituno, sobre o turismo de observação de baleias na costa da Bahia e o desenvolvimento das pesquisas científicas a bordo das embarcações de turismo. Em 2017, esperamos trazer para o Brasil eventos internacionais relacionados a nossa missão, fiquem ligados para mais notícias nos próximos meses!
Desde 2015 o Instituto Baleia Jubarte integra a World Cetacean Alliance – Aliança Mundial pelos Cetáceos, uma parceria entre mais de 70 organizações não-governamentais, operadoras de turismo de observação de baleias e golfinhos e indivíduos em 35 países ao redor do mundo, que trabalham de forma colaborativa para proteger os cetáceos e seus habitats. Em 2016 o IBJ foi eleito representante regional para a América Latina e Caribe no Conselho Global da WCA, assim como co-presidente do Grupo de Trabalho de Ciência, além de participar no Comitê Diretor que avalia candidatos à certificação Whale Heritage Site – Sítios do Patrimônio das Baleias, e outros Grupos de Trabalho. Em 2017 os membros da WCA se reunirão em Durban, África do Sul, para a World Whale Conference - Conferência Mundial das Baleias – e Whale Heritage Sites Summit – Simpósio dos Sítios do Patrimônio das Baleias de 19 a 24 de junho, e o PBJ está participando ativamente do Comitê Organizador do evento, propondo oficinas e apresentações dos seus trabalhos de pesquisa, conservação e turismo de observação de baleias responsável.

Topo Topo
Realização
Patrocinador Oficial

Caravelas - Rua Barão do Rio Branco, 125 – Centro - BA - CEP: 45900-000
Tel.: (+55 73) 3297-1340 | ibj.caravelas@baleiajubarte.org.br

Praia do Forte - Avenida do Farol, 2907 - Caixa postal 92 - Mata de São João - BA - CEP: 48280-971
Tel.: (+55 71) 3676-1463 | ibj.praiadoforte@baleiajubarte.org.br

Educação Ambiental Programas de Capacitação e Inclusão Social Patrulha Ecológica Patrulha Costeira Rádio Lado Verde Rádio Patrulha Programas de Informação e Sensibilização Ambiental Visitas ao Centro de Visitantes Informação ambiental itinerante Áudio e Vídeo na comunidade Eventos Programa de Educação Ambiental Educação Ambiental na Escola Turismo de Observação Histórico Período Locais Operadoras Parceiras Normas de Avistagem
Viewnet tecnologia e Informação