• Projeto Baleia Jubarte

TEMPORADA 2021 COMEÇA CEDO NA COSTA BRASILEIRA E ANIMA PESQUISADORES

Baleias-jubarte já são avistadas em São Paulo, confirmando a recuperação da espécie no Brasil


Num ano em que notícias preocupantes sobre a pandemia de COVID-19 ainda dominam o noticiário, no mar há motivos para alegria e celebração: as baleias estão de volta, e em grande número ao julgar pelas observações iniciais de uma temporada reprodutiva que começou mais cedo.

Normalmente avistadas entre junho e outubro ao longo da costa Sudeste e Nordeste do Brasil, as baleias- jubarte, antes ameaçadas pela caça indiscriminada, começaram já a ser avistadas regularmente na região de Ilhabela, SP, e devem em breve também ser vistas no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia. Os animais estão chegando de uma migração de cerca de 4.000 Km desde sua área de alimentação nas ilhas Geórgia do Sul, vindo às águas brasileiras para acasalar, parir e amamentar seus filhotes durante o inverno e primavera. Estima-se que a população brasileira esteja perto de 20.000 baleias.



“As avistagens recentes na região de Ilhabela, que vem se firmando como um hotspot de baleias e golfinhos na costa brasileira, confirmam que não só as jubartes estão reocupando sua área original de distribuição do período anterior à caça, mas também que essa recuperação está levando a uma presença mais prolongada da espécie em nossas águas”.


Segundo o Coordenador de Comunicação do Projeto Baleia Jubarte patrocinado pela Petrobras, Enrico Marcovaldi.


Uma temporada anual de baleias mais longa é uma excelente notícia também para a Economia das cidades costeiras onde as jubartes aparecem com frequência: o Turismo de Observação desses animais já gera emprego e renda significativos em diversas comunidades da Bahia ao Espírito Santo, e espera-se que Rio e São Paulo entrem em breve no circuito brasileiro da atividade, ajudando a alavancar a Retomada Verde do Turismo brasileiro. Para ajudar no ordenamento e no desenvolvimento sustentável da atividade, o Projeto Baleia Jubarte, em parceria com a Tauassu Consultoria Ambiental, Projeto Baleia à Vista e Prefeitura Municipal de Ilhabela, está organizando um programa de capacitação para operadores turísticos do Município, voltado ao conhecimento das normas de avistagem e interpretação do comportamento das baleias e golfinhos.


No Rio, o Projeto pretende ampliar a parceria com o Projeto Baleias e Golfinhos do Rio de Janeiro, onde a Dra. Liliane Lodi registra há vários anos a presença crescente das jubartes. Apoiando a promoção do Turismo de Observação e a conscientização do púbico sobre a presença das baleias, os Espaços Baleia Jubarte na Praia do Forte (BA) e Vitória (ES) estão abertos à visitação, com protocolos sanitários adequados, e nos quais os monitores do Projeto atendem turistas e moradores locais interessados em saber mais sobre esses animais fascinantes.


Sobre o Projeto Baleia Jubarte


Atuando há mais de 30 anos na pesquisa e conservação das baleias-jubarte e do ambiente marinho no Brasil, o Projeto Baleia Jubarte, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, integra a Rede BIOMAR juntamente com outros projetos patrocinados pela empresa (Projeto Albatroz, Coral Vivo, Golfinho Rotador, Meros do Brasil e TAMAR), que atuam de forma integrada na conservação da biodiversidade marinha do Brasil. O Projeto Baleia Jubarte é realizado pelo Instituto Baleia Jubarte a partir de suas sedes na Praia do Forte e em Caravelas, Bahia, e em Vitória, no Espírito Santo. Por meio deste projeto são realizadas ações de pesquisa científica, turismo responsável, ações de educação ambiental, bem como atividades de conservação que têm contribuído para o sucesso da recuperação da população de jubartes do atlântico sul ocidental.


Mais informações sobre as atividades podem ser obtidas em:

www.facebook.com/projetobaleiajubarte, www.instagram.com/projetobaleiajubarte e em www.baleiajubarte.org.br.


Para mais informações favor contatar:

Projeto Baleia Jubarte - Bahia

Enrico Marcovaldi – 71 9 8127 8983 | enrico.marcovaldi@baleiajubarte.org.br

Eduardo Melo – eduardo.melo@baleiajubarte.org.br

223 visualizações