Projeto Toninhas_11.jpg
Projeto Conservação das Toninhas

O projeto foi desenvolvido pelo Instituto Baleia Jubarte (IBJ) com a consultoria Braço Social e com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO). O objetivo foi entender o problema da captura acidental de toninhas e buscar, junto com os pescadores, alternativas para reduzir estas capturas, evitando assim a extinção da toninha. Para isso foram realizadas várias atividades entre 2017 e 2020, nas quais a participação voluntária dos pescadores foi fundamental. No Rio de Janeiro as ações foram desenvolvidas em quatro comunidades: Barra de Itabapoana, Atafona, Macaé e Rio das Ostras.

 

O Instituto Baleia Jubarte, a partir dessa campanha inicial, segue trabalhando na região para buscar soluções adequadas para o grave problema de conservação das toninhas capixabas.

Distribuição

 

A Toninha ocorre em regiões costeiras de até 50 m de profundidade, desde Itaúnas/ES, Brasil, até o Golfo San Matias, província de Chubut, Argentina. Sua distribuição é contínua, porém com duas lacunas entre Regência/ES e Barra do Itabapoana/RJ, e entre Macaé/RJ e Baía da Ilha Grande/SP 

mapa_toninha.png

Cartilha para Download

O Instituto Baleia Jubarte publicou a Cartilha ilustrada Ajude a salvar a Toninha!, onde apresenta resultados de entrevistas realizadas com pescadores do litoral dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo

Capa_cartilha_ES_site.jpg
Captura de Tela 2021-06-01 às 15.54.37.
_edited.jpg

Veja também

Projeto Boto Cinza

Conheça um pouco mais sobre o Projeto Boto Cinza.